Ex-amante da princesa Diana é preso

James Hewitt, um ex-oficial da cavalaria que revelou detalhes de um caso amoroso que teve com a princesa Diana, foi detido por suspeita de crime relacionado com drogas. Ele foi libertado mediante pagamento de fiança. Hewitt foi levado a uma delegacia de polícia de Londres "devido a um problema ocorrido na noite passada", disse o executivo de relações públicas Max Clifford à Associated Press. Ele falava em nome de um assessor de Hewitt. Clifford disse que Hewitt, de 46 anos, foi detido por causa de "um problema com drogas" ao lado de Alison Bell, de 37 anos, uma celebridade da televisão britânica. Um porta-voz da Polícia Metropolitana de Londres recusou-se a confirmar a detenção de Hewitt. Ele se limitou a dizer que um homem de 46 anos foi detido sob suspeita de posse de uma droga de "classe A" - categoria definida pelas autoridades britânicas e que inclui cocaína, heroína e ecstasy - em um bar de Londres, na noite de quarta-feira. Ainda de acordo com o porta-voz, uma mulher de 37 anos foi detida sob suspeita de vender a droga. Nenhum dos detidos foi indiciado. Ambos terão de comparecer a uma delegacia londrina em setembro para prestar esclarecimentos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.