Peter Powell/Efe
Peter Powell/Efe

Ex-apresentador da BBC confessa 14 casos de abusos sexuais de crianças

Stuart Hall, hoje com 83 anos, cometeu os crimes entre 1967 e 1985

O Estado de S. Paulo,

02 de maio de 2013 | 16h59

LONDRES - O apresentador veterano inglês Stuart Hall, que trabalhou para a emissora BBC, se declarou culpado de 14 crimes sexuais cometidos contra meninas de 9 a 17 anos entre 1967 e 1985.

Hall, 83 anos, admitiu ter cometido os crimes perante o Tribunal de Preston, no condado inglês de Lancashire, no mês passado. Segundo os meios de comunicação britânicos, outras três acusações de agressão sexual e uma de estupro ficaram arquivadas neste processo.

A informação sobre a confissão não podia ser revelada até esta quinta-feira, 2, por existir restrições impostas aos veículos de imprensa.

O apresentador, um dos rostos mais conhecidos da mídia do país durante 50 anos, ficará em liberdade, pagando uma fiança, até o dia 17 de junho, quando o juiz emitirá a condenação. O advogado da defesa, Crispin Aylett, afirmou que seu cliente queria se desculpar diante de suas vítimas.

Durante o processo judicial, veio a público que na década de 1980 Hall abusou de uma menina de 9 anos passando a mão sobre a roupa dela e beijou uma adolescente de 13 anos na boca após dizer a ela que "as pessoas precisam expressar agradecimento de outras maneiras".

Hall foi detido em dezembro de 2012 e, na época, emitiu um comunicado em que classificava as acusações de "prejudiciais, insensíveis, cruéis e, acima de tudo, falsas". No mesmo ano, o apresentador foi condecorado com um OBE (Ordem do Império Britânico), reconhecimento que a rainha Elizabeth II da Inglaterra, concede no Ano Novo.

Durante meio século, o apresentador foi um dos rostos mais comuns na programação dos veículos de imprensa de comunicação do país. Até o momento da detenção, Hall trabalhava como comentarista de futebol para a BBC - Radio 5 Live e escrevia uma coluna esportiva semanal para a revista Radio Times.

A BBC indicou em dezembro de 2012 que Hall deixaria de trabalhar para o canal até que esse assunto fosse resolvido. / EFE

 
Tudo o que sabemos sobre:
BBCStuart Hallcrimes sexuais

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.