AP Photo/Carolyn Kaster
AP Photo/Carolyn Kaster

Ex-assessor de Trump, Bannon cria grupo para enfraquecer União Europeia

Organização, segundo ele, é um 'projeto populista' que tem como objetivo causar uma 'mudança de placas tectônicas na Europa'; a sede será em Bruxelas

O Estado de S.Paulo

23 Julho 2018 | 17h36

LONDRES - Steve Bannon, ex-estrategista político do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e um importante parceiro criaram uma organização política com sede em Bruxelas com o objetivo de enfraquecer e, por fim, paralisar a União Europeia, disseram os dois à agência Reuters.

Em entrevista e conversas por e-mail, Bannon e Raheem Kassam, ex-assessor-chefe do líder britânico anti-UE Nigel Farage que agora trabalha com Bannon, disseram que o grupo, conhecido como O Movimento, já está funcionando e contratando.

+ Depois dos EUA, Steve Bannon mira a Europa

“O Movimento será nosso ponto de contato para o movimento populista, nacionalista na Europa. Estamos focando em ajudar indivíduos ou grupos preocupados com questões de soberania, controle de fronteiras, empregos, entre outras coisas”, disse Kassam.

“Decidimos estabelecer a sede em Bruxelas porque é o coração da União Europeia — a força mais destrutiva contra a democracia do Estado-nação no Ocidente hoje."

“A organização já é uma fundação estruturada com um orçamento anual significativo e nós começamos a montar nossa equipe”, disse.

Kassam se recusou a fornecer mais detalhes sobre a fundação.

Bannon, que durante visita a Londres na semana passada se encontrou com Farage e Louis Aliot, aliado próximo da política francesa de extrema direita Marine Le Pen, descreveu a organização que está criando como um “projeto populista” que tem como objetivo causar uma “mudança de placas tectônicas na Europa”. / REUTERS 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.