Ex-campeão mundial de xadrez Bob Fischer preso no Japão

Depois de décadas longe dos olhos do público e procurado pela Justiça americana, o ex-campeão mundial de xadrez Bob Fischer - considerado por muitos o melhor enxadrista de todos os tempos - foi preso por autoridades japonesas depois de supostamente tentar deixar o país com um passaporte vencido.Fischer, de 61 anos, tentava embarcar num vôo para as Filipinas e poderá ser extraditado. Ele é procurado nos Estados Unidos por ter jogado um torneio de xadrez na então Iugoslávia, em 1992, quando o país se encontrava sob sanções internacionais.Tido por muitos como o melhor jogador de xadrez da história, Bob Fischer tornou-se grande mestre aos 15 anos de idade e um herói dos tempos da guerra fria quando derrotou o então campeão mundial Boris Spassky, soviético, em 1972. A vitória de Fischer teve grande peso simbólico, sendo interpretada como um triunfo do esforço individual americano contra a massificação soviética.A disputa também foi marcada pela excentricidade de Fischer, que reclamava até do reflexo das luzes da sala no tabuleiro. Ele abandonou o título em 1975, quando a Federação Internacional de Xadrez se recusou a atender às exigências que fazia para jogar. Bob Fischer ressurgiu no cenário internacional em 1992, quando disputou uma revanche contra Spassky por US$ 3,35 milhões. Fischer derrotou o antigo rival por 10 jogos a 5. Ele desapareceu depois disso.

Agencia Estado,

16 de julho de 2004 | 13h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.