Ex-chanceler de Kadafi vive em hotel de luxo no Catar

Koussa, que possui proteção especial, fugiu da Líbia ao Reino Unido no final de março

Efe,

27 de junho de 2011 | 04h43

LONDRES - O ex-ministro das Relações Exteriores líbio Moussa Koussa está há várias semanas vivendo em uma luxuosa suíte do hotel Four Seasons de Doha, capital do Catar, informa o periódico britânico The Daily Telegraph.

 

Veja também:

especialLinha do Tempo: 40 anos da ditadura na Líbia

especialInfográfico: A revolta que abalou o Oriente Médio

especialEspecial: Os quatro atos da crise na Líbia

 

Segundo o jornal, não está claro quem paga as diárias de Koussa no hotel. Ele chegou a Doha como convidado do governo do Catar, com os ativos congelados pelas sanções internacionais por pertencer ao regime líbio, mas posteriormente teve os recursos liberados como recompensa por ter abandonado o Gabinete de Muammar Kadafi.

 

Um porta-voz do Foreign Office (Ministério das Relações Exteriores britânico) assinalou à imprensa que Moussa Koussa, que foi também chefe dos serviços de inteligência líbios, é um particular e, por isso, tem liberdade para entrar e sair do Reino Unido.

 

Koussa, que possui proteção especial no hotel, fugiu da Líbia ao Reino Unido no final de março e foi então interrogado pelos serviços de inteligência britânicos MI6 sobre seu possível envolvimento no atentado terrorista de Lockerbie (Escócia), de 1988.

 

Muitos britânicos querem processá-lo tanto pelo caso Lockerbie - que matou 270 pessoas no atentado contra um avião da companhia aérea Pan Am - quanto pelo fornecimento de armas aos terroristas do grupo irlandês IRA.

Tudo o que sabemos sobre:
Ex-chancelerKadafiMoussa Koussa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.