Ex-chefão da Cosa Nostra será operado na Itália

A mídia italiana noticiou nesta segunda-feira que Bernardo Provenzano, ex-chefe da Cosa Nostra, a máfia siciliana, foi hospitalizado após ter sofrido um ferimento na cabeça. Provenzano cumpre pena de prisão em Pavia, no norte da Itália, e está com 79 anos. Segundo a agência Ansa, Provenzano precisará se submeter a uma cirurgia porque teve uma queda há alguns dias que lhe deixou um hematoma cerebral.

AE, Agência Estado

17 de dezembro de 2012 | 18h48

Capturado em 2006 perto de Corleone, na Sicília, Provenzano comandou a Cosa Nostra após 1993, quando o sanguinário Salvatore Riina foi preso. Ao contrários de vários criminosos que se arrependeram e colaboraram com o governo italiano, em troca da redução das penas pelos crimes cometidos, Provenzano se recusa a falar sobre os crimes da máfia siciliana, organização criminosa em decadência. Em maio, ele disse aos promotores que não é um "vira-casaca" e não "falaria mal de outras pessoas".

As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.