Ex-chefe da espionagem da Líbia é preso, diz CNT

O ex-chefe do setor de espionagem da Líbia Abdullah al-Senussi, procurado pelo Tribunal Penal Internacional (TPI), foi preso, disse hoje um funcionário do Conselho Nacional de Transição (CNT). "Abdullah al-Senussi foi preso na região de Al-Guira, no sul do país", disse a fonte, sem esclarecer a data da prisão nem dar mais detalhes.

AE, Agência Estado

20 de novembro de 2011 | 15h21

Ontem, autoridades líbias anunciaram a prisão de Seif al-Islam, filho mais velho do ex-ditador Muamar Kadafi, que morreu em 20 de outubro. O TPI emitiu em 27 de junho mandados de prisão contra Seif al-Islam, Kadafi e Senussi, por crimes contra a humanidade na repressão a manifestantes contrários ao regime. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
LíbiaespionagemprisãoTPI

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.