Ex-chefe do exército de Menem está em liberdade

O ex-chefe do Exército no governo de CarlosMenem, general Martín Balza, ganhará a liberdade. A justiça revogou o processo e a prisão preventiva por acusação deenvolvimento no caso de tráfico de armas para a Croácia e oEquador. O primeiro a ser liberado no mesmo processo foi oex-presidente Carlos Menem, que passou quase seis meses emprisão domiciliar. O ex-ministro de Economia, Domingo Cavallo,também está sendo processado com as mesmas acusações. Enquantoera ministro, Cavallo era considerado pela Justiça apenastestemunha, sem ter sido convocado para depor. Assim querenunciou ao cargo, Domingo Cavallo foi impedido de viajarporque foi acusado de envolvimento no caso. Agora, ele espera aconvocação da Justiça para prestar seu depoimento. Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.