Ex-diplomata australiano preso por pedofilia suicida-se

Um ex-diplomata australiano enforcou-se em uma prisão de Bali depois de ter sido condenado a 13 anos de detenção por agredir sexualmente dois meninos nesta ilha indonésia, disseram agentes penitenciários. Em Camberra, o ministro australiano das Relações Exteriores, Alexander Downer, lamentou a morte de William Stuart Brown, mas elogiou a sentença da corte indonésia.O corpo de Brown foi descoberto em sua cela na cidade de Karangasem nesta manhã, disse a agente penitenciária Ida Bagus Ola. Não ficou claro se a morte será investigada pelas autoridades indonésias. Um dia antes, Brown havia sido condenado por agredir sexualmente um menino de 12 e outro de 16 anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.