Ex-diretor do FMI recupera passaporte

O ex-diretor do Fundo Monetário Internacional (FMI) Dominique Strauss-Kahn recebeu seu passaporte de volta ontem e poderá deixar os EUA. O documento foi devolvido um dia depois de o juiz retirar as acusações contra Strauss-Kahn de agressão sexual e tentativa de estupro de uma camareira de um hotel em Nova York.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.