Ex-dirigente comunista chinês é cremado

O presidente da China, Hu Jintao, participou neste domingo em Pequim da cerimônia de cremação de BoYibo, o último dos "Oito Imortais" que lançaram as reformas econômicas chinesas no fim da década de 1970 e ordenaram o massacre de ativistas pró-democracia na Praça da Paz Celestial (Tiananmen), em 1989.Bo, veterano da Revolução Comunista de 1949 e pai do atual ministro do Comércio, morreu na segunda-feira passada aos 98 anos. O ex-presidente chinês Jiang Zemin também participou da cerimônia de cremação, no cemitério Revolucionário de Babaoshan.O ex-dirigente era o último sobrevivente da geração de líderes comandada por Deng Xiaoping, principal articulador das reformas econômicas que mudaram a China depois de 1979. Acredita-se que Bo fosse favorável a reformas econômicas ainda mais rápidas e que tenha apoiado a decisão de Deng de enviar tropas para reprimir as manifestações em Tiananmen, em junho de 1989; centenas de pessoas foram mortas naquela ocasião.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.