Ex-embaixador iraquiano diz que Saddam mereceu ser deposto

O ex-embaixador iraquiano na ONU, Mohammed al-Douri, afirmou nesta segunda-feira que o governo do presidente iraquiano, Saddam Hussein, mereceu ser deposto. Entretanto, durante a entrevista concedida à BBC, da Grã-Bretanha, o ex-embaixador disse que o povo iraquiano é quem deveria ter tirado Saddam do poder e não as forças lideradas pelos Estados Unidos.Al-Douri declarou ainda que até a última hora o Iraque não acreditava que seria atacado. "Naji Sabri (ministro do Exterior) me disse que a guerra jamais aconteceria?, comentou. Segundo Al-Douri, ele avisou que o perigo de um ataque era real e que ainda hoje não consegue entender como o governo de Saddam não levou a sério a questão.Perguntado se ele nunca se sentiu envergonhado em representar o regime de Saddam, o ex-embaixador fez questão de salientar que estava lá servindo ao seu país, seu povo e não ao governo. Para Al-Douri, os Estados Unidos e a Grã-Bretanha estão ?colonizando? o Iraque e não ?libertando? o seu povo.Embaixador na época da ofensiva militar contra o Iraque, Al-Douri, mais uma vez, afirmou que seu país não possuía armas de destruição em massa e que o governo iraquiano garantiu que essas armas foram destruídas em 1991-91, durante a primeira Guerra do Golfo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.