AP Photo/Misha Japaridze, File
AP Photo/Misha Japaridze, File

Ex-espião russo é internado em estado grave no Reino Unido

Sergei Skripal, condenado no país Natal por traição, vivia desde 2010 em solo britânico

O Estado de S.Paulo

05 Março 2018 | 17h29

LONDRES - Sergei Skripal, um ex-oficial de inteligência da Rússia condenado em 2006 por espionar para o Reino Unido, foi internado em estado grave nesta segunda-feira, 5, depois de ter sido exposto a uma substância não identificada, disse uma fonte da investigação à agência Reuters

Ex-coronel da unidade de inteligência militar russa GRU, ele foi acusado de trair agentes russos. Em 2010, no entanto, ele teve a pena de 13 anos de prisão perdoada e foi entregue a autoridades britânicas em uma troca por espiões russos presos pelos Estados Unidos ao estilo da Guerra Fria ocorrida em Viena.

Segundo a polícia britânica, ele foi enconttrado inconsciente em um banco de praça na cidade de Salisbury ao lado de outras duas pessoas, um homem de cerca de 60 anos e uma mulher de 30. Nenhum tinha ferimentos visíveis.

 “A investigação ainda está no começo e não podemos afirmar sequer que houve um crime”, disse a polícia em comunicado.

Um hospital de Salisbury disse estar lidando com um incidente com um pequeno número de vítimas, sem deixar claro qual a natureza desse episódio. 

As relações entre Rússia e Reino Unido estão estremecidas desde a morte em 2006 do ex-agente da KGB Alexander Litvinenko, morto em Londres envenenado com polônio, um agente radioativo, num crime que, segundo autoridades britânicas, teve o OK do presidente Vladimir Putin. /REUTERS 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.