Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Ex-executivos da Rio Tinto são condenados na China

Os presos foram condenados por aceitar suborno e roubar segredos comerciais

Efe

29 de março de 2010 | 04h28

Os quatro ex-diretores da Rio Tinto na China, acusados de aceitar subornos e roubar segredos comerciais, foram condenados nesta segunda-feira entre 7 a 14 anos de prisão. Entre os presos estão Stern Hu, australiano de origem chinesa que terá que passar 10 anos na prisão.

 

O Tribunal Intermediário Número 1 de Shangai publicou nesta segunda a sentença, difundida pela agência oficial Xinhua, depois de que Hu e outros três confessaram serem culpados no dia 22.

 

Os outros três dirigentes são Wang Yong, Ge Minqiang e Liu Caiku, os quatro haviam sido detidos em junho de 2009, por suspeita de terem filtrado segredos dos Estados Unidos pelas negociações dos preços do ferro entre as três grandes minaradoras mundiais, entre elas a Rio Tinto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.