Ex-filiado do partido de Saddam é morto

Um ex-filiado do Partido Baath foi morto a tiros enquanto se dirigia ao Departamento de Educação, em Basra, para receber seu salário como professor, informaram testemunhas. Mohammed Shlash recebeu de volta seu emprego como educador, a despeito de ter sido filiado ao partido que sustentava a ditadura de Saddam Hussein. Ao chegar ao departamento, dois atacantes atiraram em sua cabeça e depois fugiram. Segundo moradores, grupos extremistas islâmicos, adversários do Partido Baath, podem estar por trás do assassinato.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.