Ex-general lidera intenção de votos na Guatemala

Os guatemaltecos, assustados com o aumento da violência no país, vão escolher neste domingo entre dois candidatos presidenciais com tendências à direita. As pesquisas mostram que Otto Pérez Molina, um general aposentado e ex-diretor de inteligência militar que concorre pelo Partido Patriota, lidera as intenções de voto. Entre 10 e 15 pontos atrás de Pérez aparece Manuel Baldizón, um magnata que se transformou em político populista e que concorre pelo partido Liberdade Democrática Renovada.

AE, Agência Estado

06 de novembro de 2011 | 12h53

Pérez e Baldizón concorrem à presidência da Guatemala depois de obterem a maioria dos votos na eleição de 11 de setembro, que Perez ganhou mas sem conseguir a maioria exigida para uma vitória no primeiro turno. No entanto, alguns analistas disseram que há divergências entre as pesquisas que indicam favorecimento ao candidato do governo, Pérez.

Mais da metade dos habitantes vive na pobreza em um país invadido pelo crime organizado e pelos cartéis de drogas mexicanos. O presidente Álvaro Colom teve de enviar tropas do exército para retomar algumas províncias da gangue dos Zetas, incluindo o Estado de Baldizón, Petén, na fronteira com o México. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõesGuatemaladrogasMéxico

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.