Ex-líder chinês Bo Xilai será julgado na quinta-feira

Bo Xilai, que já foi um dos líderes mais poderosos da China e é acusado de dar propina, corrupção e abuso de poder, vai a julgamento na próxima quinta-feira (22), segundo a agência de notícias estatal Xinhua.

LUCIANA ANTONELLO XAVIER, Agência Estado

18 de agosto de 2013 | 12h37

A esposa de Xilai, Gu Kailai, está presa pelo assassinato, em 2011, do empresário britânico Neil Heywood em Chongqing, onde Xilai era chefe do Partido Comunista. O escândalo emergiu no ano passado, antes da transição de liderança que ocorreu a cada década e para qual Xilai era tido como candidato para o Politburo Standing Committee, o órgão mais poderoso da China. Fontes: Dow Jones Newswires e Sky News.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.