Ex-líder egípcio Hosni Mubarak está bem, diz médico

O médico-chefe forense do Egito disse ao jornal estatal Al-Ahram que o ex-presidente egípcio Hosni Mubarak nunca sofreu um derrame e que ele não está em estado de saúde crítico, contradizendo relatórios médicos que dizem que a saúde dele estava se deteriorando. Há relatos conflitantes sobre a saúde de Mubarak, de 84 anos, que foi condenado em junho à prisão perpétua por não ter impedido a morte de centenas de manifestantes durante uma revolta no ano passado.

AE, Agência Estado

22 de setembro de 2012 | 10h32

Mubarak foi abruptamente transferido para um hospital militar, após três semanas de prisão em meio a relatos de que seu coração havia parado. A agência de notícias estatal disse que Mubarak tinha sofrido um acidente vascular cerebral.

Ihsan Kameel Gorgy disse ao jornal que Mubarak, que está na prisão novamente, precisa somente de medicação para tratar problemas de circulação sanguínea. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.