Ex-marinheiro dos EUA é acusado de espionar para terroristas

Um ex-membro da Marinha de Guerra dos Estados Unidos foi acusado nesta quinta-feira, 22, em Bridgeport (Connecticut) de supostamente espionar para indivíduos suspeitos de terrorismo.A procuradoria federal de Connecticut disse em comunicado que Hassan Abujihaad, de 31 anos, também conhecido como Paul Hall, enfrenta ainda as acusações de supostamente ter fornecido apoio material a pessoas vinculadas a organizações terroristas.As autoridades informam que Abujihaad foi detido este mês em Phoenix (Arizona). Aparentemente, ele fornecia dados secretos a uma entidade conhecida como Azzam Publications, com sede em Londres. A organização dava apoio material a ativistas clandestinos, acrescentou o documento oficial.O suspeito pode receber uma sentença de 25 anos de prisão, segundo fontes ligadas ao caso.Segundo as autoridades dos EUA, Abujihaad enviou mensagens eletrônicas secretas à Azzam quando estava na ativa na Marinha de Guerra, no Oriente Médio.A suposta atividade clandestina teria sido realizada pelo marinheiro quando estava a bordo do destróier USS Benfold, que foi ao Golfo Pérsico em 2001, de acordo com informações apresentadas pelas autoridades ao júri.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.