Ex-ministro colombiano que fugiu das Farc recebe alta

Depois de permanecer dois dias internado, o ex-ministro colombiano Fernando Araújo recebeu alta nesta segunda-feira do Hospital Naval de Cartagena, onde se recuperava após fugir das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), que o mantiveram seqüestrado por seis anos.O médico Javier Hernández, diretor encarregado pelo Hospital Naval de Cartagena, disse que o ex-ministro recebeu alta "porque completou seu tratamento".Além disso, afirmou que Araújo sairá com "a intenção de continuar seu repouso acompanhado de sua família" e que deve observar algumas recomendações em sua dieta, embora tenha esclarecido "que sua recuperação foi total".O ex-ministro foi para a casa de seus familiares, que comemoraram neste domingo o aniversário de Judit Perdomo, mãe do libertado. O ministro da Defesa colombiano, Juan Manuel Santos, que acompanhou Araújo, disse que o ex-ministro gozará de medidas especiais de proteção.Fernando Araújo, ministro de Desenvolvimento da Colômbia na administração do presidente Andrés Pastrana (1998-2002), foi seqüestrado em 2002 por um comando das Farc quando se encontrava em uma praia de Cartagena.O refém fugiu de seus seqüestradores no dia 31 de dezembro, aproveitando a confusão criada por uma operação militar lançada contra seus seqüestradores e na qual seis deles foram mortos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.