Ex-ministro de Interior da Ucrânia é preso por corrupção

Autoridades ucranianas prenderam hoje o ex-ministro de Interior Yury Lutsenko, em meio a uma investigação do governo da ex-premiê Yulia Tymoshenko, disseram funcionários. Lutsenko foi detido enquanto levava seu cachorro para passear, disse sua porta-voz Inna Kysil.

AE, Agência Estado

26 de dezembro de 2010 | 13h13

O ex-líder da Revolução Laranja era mantido na prisão pelo serviço de segurança da Ucrânia, disse a porta-voz. O escritório da promotoria geral do país confirmou a prisão.

No mês passado, Lutsenko, de 46 anos, foi acusado por abuso de poder e apropriação indébita de fundos estatais. A mídia ucraniana diz que as acusações envolvem um pagamento ilegal de US$ 5.300 do político a seu motorista.

Lutsenko foi um dos líderes do movimento de protesto de 2004, junto com Yulia, que depôs o então presidente Viktor Yanukovych. O ex-ministro afirma que as acusações têm motivação política.

A própria ex-premiê foi acusada por abuso de poder e não pode deixar Kiev. A carismática líder da Revolução Laranja pode ficar até uma década na prisão.

Em fevereiro, Yulia perdeu uma dura disputa presidencial com Yanukovych, deixando o poder em março e tornando-se líder da oposição. Desde então, ela tem acusado Yanukovych de tentar silenciá-la e critica as políticas do atual líder, particularmente os esforços dele para se aproximar de Moscou. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
prisãoex-ministroUcrâniacorrupção

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.