Ex-ministro socialista português é detido por pedofilia

Paulo Pedroso, ex-ministro de Assuntos Sociais e atual deputado e porta-voz do Partido Socialista português, foi detido hoje acusado de abusos sexuais contra menores de idade, informou a polícia. Pedroso, de 38 anos, ministro no segundo governo deAntônio Guterres (1997-2001), é membro da secretaria nacional do partido de oposição, e está sendo acusado de ter abusado sexualmente de pelo menos 15 menores de idade.O escritório do Procurador-Geral quer interrogar Pedrosoem conexão com uma grande investigação oficial sobre pedofilia que está sendo levada a cabo em uma creche estatal em Lisboa. Na véspera de sua prisão, Pedroso já havia sido interrogado por um juiz da capital portuguesa, que ordenou sua detenção. O advogado de Pedroso, Celso Cruzeiro, disse que seu cliente, que havia pedido a suspensão de sua imunidadeparlamentar para defender-se das acusações, "está determinado a provar sua inocência".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.