Paolo Giovannini/AP
Paolo Giovannini/AP

Ex-namorado de Amanda Knox viajou até a Áustria durante julgamento

Polícia diz ter sido informada e encontrado rapaz em hotel; advogado nega que ele estivesse fugindo

O Estado de S. Paulo,

31 de janeiro de 2014 | 15h38

FLORENÇA - O ex-namorado de Amanda Knox viajou da Itália em direção à Áustria enquanto um tribunal de apelação italiano decidia sua sentença, afirmou a polícia nesta sexta-feira, 31. Raffaele Sollecito retornou para Florença e entregou seus documentos para a polícia depois de ser condenado, assim como Amanda, pelo assassinato da estudante britânica Meredith Kercher.

O delegado Massimiliano Ortolan disse que a polícia foi informada que Sollecito havia se hospedado em um hotel em Venzone, lado italiano da fronteira. Policiais foram até o local, o encontraram com a namorada e o levaram para a delegacia.

O tribunal de Florença não havia emitido uma ordem de prisão, mas exigiu que Sollecito entregasse o passaporte e documentos à Justiça para não poder deixar o país.

O advogado de Sollecito, Luca Maori, afirmou que seu cliente estava perto da fronteira com a Áustria na quinta-feira 30, quando ocorria o julgamento, por ser ali que vive a atual namorada do rapaz. Maori ressaltou que foi Sollecito quem procurou a polícia e entregou o passaporte quando soube da condenação.

Os advogados de Amanda e Sollecito disseram que vão recorrer da condenação. Meredith era colega de quarto de Amanda em Perugia e foi encontrada morta no dia 2 de novembro de 2007 no local.

Amanda e Sollecito foram presos poucos dias depois e ficaram quatro anos na prisão até serem absolvidos por um tribunal em 2011. O tribunal superior italiano pediu então a revisão do caso e um novo julgamento, que acabou com a condenação dos dois na quinta-feira 30./ AP

 
Tudo o que sabemos sobre:
Amanda KnoxRaffaele Sollecito

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.