Ex-oficial de polícia é libertado na Venezuela

O ex-subcomandante da polícia de Caracas Lázaro Forero foi libertado hoje por motivo de saúde depois de ter passado sete anos na cadeia. Forero é a segunda pessoa beneficiada pela comutação da pena na Venezuela depois de o presidente Hugo Chávez ter conclamado as autoridades judiciais a concederem benefícios a detentos com problemas de saúde.

AE, Agência Estado

21 de julho de 2011 | 21h11

O ex-subcomandante de polícia cumpria sentença de 30 anos de prisão por cumplicidade nas mortes de manifestantes favoráveis a Chávez durante os protestos contra uma tentativa de golpe de Estado no país sul-americano em 2002.

Ao justificar a decisão, a presidente da Suprema Corte da Venezuela, Luisa Estella Morales, disse que Forero foi colocado em liberdade condicional por razões humanitárias. Ele foi diagnosticado recentemente com um câncer na próstata. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
prisãoVenezuelalibertação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.