Ex-padre acusado de molestar jovens vai a julgamento

John Geoghan, um ex-padre da Igreja Católica acusado de molestar mais de 130 pessoas, começou a ser julgado nesta segunda-feira pelo suposto abuso sexual de um garoto de 11 anos. Geoghan, de 66 anos, é acusado de ataque indecente e espancamento de uma pessoa de menos de 14 anos quando era padre na paróquia de Santa Júlia, em Weston. A escolha do júri foi iniciada nesta segunda. A promotoria espera que o julgamento demore menos de uma semana. Se for condenado, Geoghan poderá ser sentenciado a um máximo de 10 anos de prisão.

Agencia Estado,

14 Janeiro 2002 | 17h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.