Ex-premiê da Ucrânia é enviada a presídio agrícola

A ex-primeira-ministra da Ucrânia, Yulia Tymoshenko, foi retirada nesta sexta-feira de uma prisão em Kiev e levada a um presídio agrícola remoto, informou o partido da política, condenada recentemente a uma sentença de sete anos de prisão.

AE, Agência Estado

30 de dezembro de 2011 | 21h23

O assessor de Yulia, Oleksandr Turchynov, disse que a política foi despertada por carcereiras na madrugada, embarcada em um camburão e transportada à prisão agrícola de Jarkiv, no sertão da Ucrânia.

"As autoridades estão violando o veredicto do tribunal, segundo o qual Tymoshenko deve permanecer em uma prisão urbana e não em um presídio agrícola", disse Turchynov. Principal líder da oposição política ucraniana, Tymoshenko foi sentenciada em outubro a sete anos de prisão porque assinou um contrato para compra de gás natural russo que teria sido desvantajoso à Ucrânia, quando ela foi premiê em 2008. A União Europeia acusou o governo ucraniano de ter motivações políticas para levar a política a julgamento.

As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.