Ex-premiê foi sentenciado à prisão perpétua

Nawaz Sharif, de 57 anos, foi primeiro-ministro do Paquistão por dois mandatos, até ser deposto no golpe militar em 1999 liderado pelo general Pervez Musharraf, mas ainda conta com grande popularidade na Província do Punjab.Após o golpe, Sharif foi condenado por corrupção e sentenciado à prisão perpétua por seqüestro. A acusação é relacionada à recusa de Sharif em permitir que o avião comercial que trazia Musharraf do Sri Lanka aterrissasse, apesar de estar quase sem combustível. Sentindo-se ameaçado por Musharraf, Sharif pretendia nomear o general Khwaja Ziauddin como chefe do Exército. Mas militares aliados de Musharraf lançaram o golpe para impedir a substituição.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.