Ex-premiê opositora entra em greve de fome

A opositora ucraniana Yulia Tymoshenko, ex-premiê condenada em 2011 por corrupção, iniciou uma greve de fome em protesto contra a "repressão política", anunciou seu advogado. Ontem, Kiev pediu a médicos alemães que acompanhem a saúde de Yulia, internada na sexta-feira, quando disse ter iniciado o jejum, com dor nas costas. Ela denunciou ter sido retirada com violência da clínica para retornar à cadeia.

O Estado de S.Paulo

26 de abril de 2012 | 03h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.