Ex-premiê pede para ser executado ''logo''

O ex-vice-primeiro-ministro iraquiano Tarek Aziz, sentenciado à pena de morte, pediu ao premiê Nuri al-Maliki que acelere sua execução por causa do agravamento de seu estado de saúde. "Seu estado de saúde é muito ruim e ele me pediu para entregar uma mensagem a Maliki, pedindo que o execute quando for possível", declarou Badie Aref, advogado do ex-premiê. Aref disse que Aziz é bem tratado na prisão, mas sofre de diabetes, de forte hipertensão, úlceras estomacais e problemas do coração.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.