Ex-premiê romeno que tentou o suicídio é operado

O ex-primeiro ministro da Romênia, Adrian Nastase, que na quarta-feira tentou suicídio horas depois de ser condenado à prisão, passou por uma cirurgia bem-sucedida nesta quinta-feira. Ele governou o país entre 2000 e 2004, sendo o mais popular primeiro-ministro a governar o país desde a queda do comunismo em 1989.

AE, Agência Estado

21 de junho de 2012 | 14h59

Nastase foi levado a um hospital após dar um tiro no próprio pescoço, no que aparenta ser uma reação à decisão da Suprema Corte romena de condená-lo, por corrupção, a dois anos de prisão. Ele insiste que é inocente e afirma que o caso tem motivações políticas.

No dia 30 de março, o ex-primeiro-ministro entrou com uma apelação contra o veredicto que o sentenciou por arrecadar de forma ilegal fundos para sua campanha presidencial. A Suprema Corte confirmou a decisão na quarta-feira.

O cirurgião Serban Bradisteanu afirmou que Nastase vai continuar em terapia intensiva. Seu estado de saúde precário é agravado por diabetes e problemas cardíacos, disse Bradisteanu.

A policia afirma que após os agentes chegarem na casa de Nastase, este disse que ia pegar alguns livros - quando na verdade foi buscar uma arma. Em seguida tentou atirar na própria cabeça, mas foi impedido por um policial, contou a ex-ministra da Educação, Ekaterina Antonescu.

As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.