Ex-premiê tailandês é indiciado por homicídio

O ex-primeiro-ministro da Tailândia, Abhisit Vejjajiva, foi formalmente acusado de homicídio. O ex-premiê é acusado de ser responsável pela morte de manifestantes antigovernistas que sofreram repressão em 2010.

AE, Agência Estado

12 de dezembro de 2013 | 06h01

Acusado pela morte de um homem de 43 anos e uma menina de 14 anos, Abhisit negou as acusações nesta quinta-feira. Cerca de 90 pessoas foram mortas pelo movimento de repressão aos manifestantes. Outros casos que responsabilizam Abhisit ainda estão pendentes.

Em 2010, os manifestantes ocuparam o centro de Bangcoc durante meses. Eles apoiavam o ex-premiê, Thaksin Shinawatra, irmão da atual primeira-ministra tailandesa, Yingluck Shinawatra. Na época, o governo de Abhisit aprovou o uso de munição sob algumas condições e permitiu a intervenção de atiradores de elite durante as manifestações.

Atualmente, os correligionários de Thaksin controlam o governo e partidários de Abhisit pedem que a primeira-ministra renuncie. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
tailândiapremiêabhisitindiciado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.