Ex-premier Major admite caso extraconjugal

Cinco anos depois de uma série deescândalos sexuais que abalaram seu governo, oex-primeiro-ministro da Inglaterra, John Major, considerado umdos políticos mais corretos do país, admitiu que manteve um casofora do casamento durante quatro anos com uma colega de seuPartido Conservador também casada. O caso, que aconteceu antes de Major substituir MargaretThatcher em 1990, foi revelado em trechos do diário de suaamante, Edwina Currie, publicados no jornal The Times. Segundo o jornal, Major disse que sua mulher, Norma, soube docaso há anos, e já o perdoou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.