Ex-presidente afegão morre após ataque em Cabul

O ex-presidente do Afeganistão, Burhanuddin Rabbani, foi morto nesta terça-feira após um ataque suicida contra sua casa na capital, Cabul, informaram dois aliados políticos à agência France Presse.

AE, Agência Estado

20 Setembro 2011 | 11h57

Rabbani era o chefe do conselho de paz do país, que foi estabelecido pelo governo afegão para trabalhar numa solução política e negociar com o Taleban. Ele governou o país antes da tomada do poder pelo Taleban. Depois de ser expulso de Cabul em 1996, ele se tornou o chefe nominal da Aliança do Norte, formada por tajiques e usbeques, que tomaram o poder após a queda dos militantes.

O atentado, realizado na noite desta terça-feira (horário local) ocorreu dias depois de um ataque realizado por seis militantes fortemente armados, que invadiram um prédio em construção nas proximidades da embaixada dos Estados Unidos. Os homens resistiram durante 20 horas às investidas das forças estrangeiras e afegãs. As informações são da Associated Press e da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.