Ex-presidente argentino Carlos Menem é internado

O ex-presidente argentino Carlos Saúl Menem foi internado na noite de terça-feira num hospital de Córdoba, logo após sofrer uma crise de hipoglicemia (queda nos níveis de açúcar no sangue) durante um ato público na localidade de La Calera. Menem, de 76 anos, começou a se sentir mal minutos depois de iniciar um discurso. Ele foi socorrido imediatamente e levado ao Instituto Cardiológico da capital provincial, onde ficou internado na Unidade de Terapia Intensiva por precaução. Um dos diretores do hospital explicou que o estado de saúde de Menem era estável e que o quadro de hipoglicemia estava controlado. O ex-presidente é portador de diabetes. Menem deve permanecer sob observação por 48 horas. "Creio que está descartado um quadro grave com um infarto", disse o ministro da Saúde da província de Córdoba, Oscar Gonzalez. Menem foi o presidente da Argentina durante dez anos, desde 1989. Durante seu governo, Menem tirou a Argentina do Movimento dos Países Não-Alinhados alegando que a Argentina não era mais um país de terceiro mundo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.