Adrees Latif/Reuters
Adrees Latif/Reuters

Ex-presidente dos EUA George H.W. Bush deixa hospital no Texas

Ele ficou internado por quase duas semanas por causa de uma infecção que se espalhou pelo sangue

O Estado de S.Paulo

04 Maio 2018 | 23h36

HOUSTON - O ex-presidente dos Estados Unidos George H.W. Bush (1989-1993) recebeu alta nesta sexta-feira, 4, do Hospital Metodista de Houston, no Texas, onde estava havia quase duas semanas internado por causa de uma infecção sanguínea.

+++ Ex-presidente dos EUA George H.W. Bush deixa UTI de hospital

O porta-voz da família, Jim McGrath, disse no Twitter que os médicos do ex-presidente, que tem 93 anos, estavam satisfeitos com sua evolução e que, depois de finalizar seu tratamento, poderia retornar para casa.

+++ Ex-presidente dos EUA George H.W. Bush é internado em estado grave

"O presidente George H.W. Bush recebeu alta do hospital depois do tratamento de uma infecção. Seus médicos informam que está passando bem e que está feliz de voltar para casa", escreveu McGrath.

+++ Morre Barbara Bush, mulher de George H. Bush e mãe de George W. Bush

Bush foi hospitalizado há 12 dias, poucas horas depois de comparecer ao funeral da sua mulher, a ex-primeira-dama Barbara Bush, que morreu no último dia 17.

O ex-presidente foi afligido então por um vírus que tinha se propagado ao fluxo sanguíneo.

George H.W. Bush, que sofre um tipo de Parkinson que lhe causa dificuldade para caminhar, foi hospitalizado em diversas ocasiões durante os últimos anos por diferentes motivos.

No ano passado, esteve internado em janeiro e em abril por problemas respiratórios, pelos quais teve que ser submetido a uma cirurgia em uma dessas hospitalizações.

Em 2015, o ex-presidente rompeu uma vértebra do pescoço em uma queda e, em 2012, passou as férias natalinas no Hospital Metodista de Houston afetado por uma bronquite e uma infecção virótica, que o mantiveram internado por um mês e meio. /EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.