Ex-presidente é enviado para Tribunal de Haia

A Costa do Marfim entregou ontem o ex-presidente Laurent Gbagbo ao Tribunal Penal Internacional, após o órgão ter emitido uma ordem de prisão contra ele. Em prisão domiciliar desde abril, ele responderá em Haia por assassinatos e abusos de direitos humanos cometidos após as eleições presidenciais de novembro de 2010, quando o ex-presidente se recusou a deixar o poder após perder a votação. A entrega de Gbagbo foi realizada a poucos dias das eleições legislativas marfinenses, marcadas para o dia 11.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.