Ex-presidente egípcio Mubarak está em coma, diz TV estatal

Segundo advogado, a saúde do ex-presidente piorou muito no hospital onde ele está detido.

BBC Brasil, BBC

17 de julho de 2011 | 14h39

O ex-presidente egípcio Hosni Mubarak, que deixou o poder em fevereiro deste ano após uma revolta popular, está em coma, segundo informou neste domingo a TV estatal do Egito.

A emissora citou o advogado de Mubarak, que afirmou que a saúde do ex-presidente se deteriorou severamente no hospital onde ele está sendo mantido preso.

Mubarak renunciou à Presidência em fevereiro, após ficar quase 30 anos no poder, devido a protestos populares em massa que pediam reformas democráticas e a troca do regime. Centenas de pessoas morreram durante as manifestações.

O ex-chefe de Estado deveria ir à Justiça no início de agosto, para responder pelas mortes de civis durante os protestos e por acusações de corrupção.

O correspondente da BBC no Cairo Jon Leyne afirma que, com a piora no estado de saúde de Mubarak, não está claro se o julgamento será levado adiante. Leyne diz que manifestantes anti-Mubarak deverão reagir com ceticismo à notícia de seu coma.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.