REUTERS/Eric Gaillard
REUTERS/Eric Gaillard

Ex-presidente Sarkozy votará em Macron para evitar triunfo de Le Pen

Em mensagem publicada nas redes sociais, ele assegurou que o projeto de Le Pen, que pretende abandonar a União Europeia, teria 'consequências muito graves' para o país e para os franceses

O Estado de S. Paulo

26 Abril 2017 | 19h23

PARIS - O ex-presidente da França Nicolas Sarkozy anunciou nesta quarta-feira, 26, que votará no social-liberal Emmanuel Macron no segundo turno das eleições presidenciais, no dia 7 , com o objetivo de evitar a vitória da candidata da extrema direita Marine Le Pen.

"Vou votar no segundo turno da eleição presidencial por Emmanuel Macron. É uma escolha responsável, que não significa de forma alguma apoiar seu projeto", afirmou o chefe de Estado entre 2007 e 2012, em texto publicado nas redes sociais.

Macron fez parte do governo do atual presidente francês, François Hollande, que venceu Sarkozy na eleição presidencial de 2012.

Em sua mensagem, ele assegurou que o projeto de Le Pen, que pretende abandonar a União Europeia, teria "consequências muito graves" para o país e para os franceses.

Sarkozy lembrou que seu partido, Os Republicanos (centro-direita), tem a chance de vencer nas eleições legislativas em junho e controlar o Parlamento.

O ex-presidente lamentou a derrota do candidato dos Republicanos, François Fillon, no primeiro turno de 23 de abril, mas descartou uma volta ao mundo da política. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.