AP Photo/Andre Penner
AP Photo/Andre Penner

Ex-presidente uruguaio diz que não intermediará conflito na Venezuela porque ‘não é mágico’

José Mujica afirmou que todas as partes no país devem se respeitar, já que não haverá solução por meio do confronto

O Estado de S.Paulo

22 Abril 2017 | 20h57

MONTEVIDÉU- O ex-presidente do Uruguai José Mujica disse que não será intermediário no conflito da Venezuela porque "não é mágico", em declarações divulgada neste sábado, 22, pela Radio Uruguay.

A questão surgiu pelo fato de o senador ser um dos intermediários no processo de paz entre a Colômbia e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc). Mas Mujica disse que "já tem bastante problema" com a situação colombiana para se envolver em mais um conflito.

Ele afirmou que a Venezuela deve "encontrar alguma forma de começar a falar" e ressaltou que todas as partes devem se respeitar, já que não haverá solução por meio do confronto. O ex-governante defendeu que um povo dividido não funciona e é necessário aceitar as diferenças.

"Quando somos jovens, achamos que só existe o branco e o preto. Quando somos velhos aprendemos que o único que não existe é o branco e o preto, o que existe são níveis e nuances", enfatizou. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.