Pablo La Rosa/ Reuters
Pablo La Rosa/ Reuters

Ex-presidente uruguaio Mujica é operado para retirada de espinha de peixe

Segundo diversos meios de comunicação, os médicos tentaram primeiro retirar a espinha sem anestesia, em um procedimento ambulatorial, mas, diante da impossibilidade de fazê-lo, optaram pela intervenção cirúrgica

Redação, O Estado de S.Paulo

27 de abril de 2021 | 20h47

MONTEVIDÉU - O ex-presidente do Uruguai José Mujica foi internado com urgência nesta terça-feira, 27, e será submetido a uma endoscopia ainda hoje depois de ter se engasgado com uma espinha de peixe, que ficou presa em seu esôfago durante uma refeição.

A informação foi confirmada pelo presidente do centro hospitalar Casmu, Raúl Rodríguez, que disse que o ex-chefe de governo está em boas condições de saúde, mas é necessário que a espinha seja removida para que não haja complicações.

A médica particular do ex-presidente, Raquel Pannone, garantiu à imprensa local que se trata de "um procedimento menor". "É algo simples e amanhã ele estará de volta em casa", explicou Pannone ao jornal El País.

Segundo diversos meios de comunicação, os médicos tentaram primeiro retirar a espinha sem anestesia, em um procedimento ambulatorial, mas, diante da impossibilidade de fazê-lo, optaram pela intervenção cirúrgica. Pessoas próximas ao ex-presidente de 85 anos dizem que ele está de bom humor.

Mujica, um dos principais líderes da Frente Ampla e que se tornou presidente (2010-2015) sendo um dos políticos mais populares e ao mesmo tempo mais resistentes do Uruguai devido ao seu passado guerrilheiro, teve uma enorme projeção internacional.

Seu estilo distante de protocolos e seus discursos em plataformas globais focados em valores humanos incomuns na linguagem política o tornaram um personagem procurado pela mídia mundial.

Em outubro de 2020, ele deixou sua cadeira no Senado, mas garantiu que isso não significava abandonar a política, mas sim a "primeira fila". “Vou embora grato, com muitas lembranças e profunda nostalgia. A pandemia me abalou”, disse na época./AFP e EFE

Tudo o que sabemos sobre:
José MujicaUruguai [América do Sul]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.