Pablo La Rosa/ Reuters
Pablo La Rosa/ Reuters

Mujica renuncia ao Senado e encerra carreira política

Ação cumpre um anúncio feito no mês passado, em que afirmou que se afastaria por causa da pandemia de coronavírus e por sofrer de uma doença imunológica

Redação, O Estado de S.Paulo

20 de outubro de 2020 | 10h43

O ex-presidente uruguaio José Mujica renunciou a sua cadeira no Senado na terça-feira, 20, e se aposentou definitivamente da política, cumprindo um anúncio que fez no mês passado. A pandemia de coronavírus precipitou a decisão do ex-presidente de 85 anos, que sofre de uma doença imunológica.

“Esta situação obriga-me, com grande pesar pela minha profunda vocação política, a pedir a renúncia à bancada que me foi concedida pela cidadania”, escreveu Mujica em carta lida esta terça-feira em sessão extraordinária do Senado. "A pandemia me expulsou", acrescentou. /AFP

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.