Ex-primeira-dama e candidato governista vão para o 2º turno no Haiti

Mirlande Manigat teve 31% dos votos, contra 22% de Jude Celestin, preferido do presidente

Agência Estado

08 de dezembro de 2010 | 02h05

PORTO PRÍNCIPE - A ex-primeira-dama Mirlande Manigat e o candidato governista Jude Celestin avançaram para o segundo turno das eleições presidenciais do Haiti, anunciou nesta terça-feira, 7, o conselho eleitoral.

 

Veja também:

linkAnúncio de 2º turno no Haiti gera protestos

 

Manigat, de 70 anos, obteve 31% dos votos, contra 22% para Celestin, no primeiro turno da eleição, realizado no dia 28 de novembro, disse um funcionário eleitoral. Como nenhum candidato obteve 50% dos votos, haverá segundo turno no dia 16 de janeiro para definir o sucessor do presidente René Préval. Mas a eleição pode ainda não estar decidida.

 

Os resultados preliminares colocam o popular cantor Michel "Sweet Micky" Martelly atrás de Celestin por aproximadamente 6.800 votos, menos de 1%. O chefe da missão conjunta da Organização dos Estado Americanos (OEA) e da Comunidade do Caribe disse que as autoridades analisariam a possibilidade de se incluir um terceiro candidato no segundo turno se a votação terminasse quase empatada.

 

Um grande número de haitianos denunciou fraudes na eleição a favor de Celestin, e a divulgação dos resultados pode desencadear a volta dos protestos violentos no país. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.