Ex-primeira-dama Mitterrand morre aos 87 na França

Danielle Mitterrand, ex-integrante da Resistência Francesa e uma defensora dos direiotos humanos, que rompeu com o molde esperado para uma primeira-dama ao lado de seu marido socialista, morreu aos 87 anos. Mitterrand morreu na noite de segunda-feira para terça-feira, após ser internada no hospital Georges Pompidou por fadiga, informou Rita Cristofari, uma porta-voz da fundação France Libertes, de Mitterrand.

AE, Agência Estado

22 de novembro de 2011 | 08h51

Mitterrand geralmente defendia causas de esquerda e era mulher do ex-presidente François Mitterrand. O ex-líder morreu em 1995, após 14 anos no poder. Durante anos, Danielle comandou a France Libertes, um grupo pelos direitos humanos sem fins lucrativos. Ela escreveu extensamente em favor de Fidel Castro, da revolução cubana e de outras causas relativas ao Terceiro Mundo. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Françaex-primeira-damamorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.