Ex-prisioneiro político vence eleições nas Maldivas

O ex-prisioneiro político Mohamed Nasheed venceu as primeiras eleições democráticas das Ilhas Maldivas, realizadas ontem. O derrotado foi o presidente Maumoon Abdul Gayoom, o líder há mais tempo no poder na Ásia, 30 anos. Hoje, o resultado final apontou que Nasheed levou 54% dos votos e Gayoom, 46%, segundo a Comissão Eleitoral do país islâmico, localizado no Oceano Índico. Gayoom venceu as seis eleições anteriores, porém nunca havia enfrentado um oponente. "Nós queremos introduzir mais democracia. Mais liberdades, liberdade de expressão", afirmou Nasheed, após vencer."Eu aceito os resultados do segundo turno e respeitosamente parabenizo o sr. Mohamed Nasheed e seu partido", disse Gayoom. "Eu estou declarando meu total apoio a ele." Nasheed deve assumir em 11 de novembro. No poder desde 1978, Gayoom iniciou uma reforma democrática em 2004, sob forte pressão internacional e enfrentando protestos de rua. O país tem apenas 370 mil habitantes, dos quais 209 mil votam. A campanha foi dominada pelos ataques pessoais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.