Ex-rei do Afeganistão diz que guerra é "estúpida e inútil"

Com a aproximação de seu retorno a Cabul, o último rei do Afeganistão, Mohammad Zaher Shah, foi citado descrevendo a guerra liderada pelo Estados Unidos contra o terrorismo como "estúpida e inútil". O jornal italiano La Stampa publicou os comentários do ex-monarca em sua edição de hoje. "É uma guerra estúpida e inútil e seria melhor que acabasse imediatamente", afirmou Shah, de 87 anos, que mora em Roma desde 1973, quando foi deposto por um golpe."Meu povo sempre lutou pela liberdade e pela democracia", acrescentou. "São os estrangeiros que vêm de outras partes da Ásia...que provocam distúrbio e dessorem meu povo".O ex-rei havia expressado o desejo de retornar ao Afeganistão antes de 21 de março, quando se comemora um feriado primaveril (boreal), banido pelo ex-regime do Taleban. Entretanto, na entrevista, Shah recusou-se a informar a data exata da partida da Itália, dizendo apenas que ela ocorrerá "em breve".O jornal afirmou ter coletado os comentários do ex-rei durante uma entrevista conduzida ontem à tarde na villa do monarca. No entanto, o secretário de Shah, Hamid Siding, negou que tal entrevista tenha ocorrido. Mais tarde, o La Stampa afirmou que seus jornalistas foram à villa como parte de uma delegação italiana convidada pelo ex-monarca. Segundo o jornal, Shah não fora informado de que havia jornalistas entre os convidados quando fez os comentários. Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.