Ex-secretário-geral ganhou Nobel da Paz em 2001

Nascido em Gana e formado em universidades dos EUA e da Suíça, Kofi Annan teve seu primeiro emprego no sistema das Nações Unidas em 1962, como funcionário da Organização Mundial da Saúde (OMS). Annan exerceu diferentes funções na ONU até chegar à secretaria-geral, cargo que ocupou por dois mandatos consecutivos, entre 1997 e 2007. Em 2001, recebeu o Prêmio Nobel da Paz. Annan, hoje com 71 anos, vive em Genebra. Depois de atuar como mediador em conflitos no Quênia, ele criou duas fundações para tentar, com a ajuda do setor privado, fazer tudo o que não fez durante os dez anos de mandato na ONU. Uma delas tem como objetivo garantir uma maior produção agrícola na África. Outra é o Fórum Humanitário Global, que tem como missão lidar com a questão das mudanças climáticas. Sua primeira mulher era descendente de escravos libertados do Brasil que haviam retornado à Nigéria. Depois, ele se casaria com a sueca Nane, com quem teve três filhos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.