Ex-soldado pega prisão perpétua por chacina no Iraque

Um ex-soldado americano culpado de estupro e múltiplo assassinato cometidos quando cumpria serviço militar no Iraque foi condenado hoje à prisão perpétua. Os jurados não chegaram a uma decisão unânime quanto à pena de morte. O ex-soldado Steven Dale Green foi a julgamento porque, em março de 2006, estuprou uma menina de 14 anos e depois executou a vítima e toda a família dela em uma cidade nas proximidades de Bagdá. A sentença será formalmente pronunciada por um juiz em 4 de setembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.