Ex-vice de Chávez estréia programa de entrevistas na TV

O ex-vice-presidente venezuelano José Vicente Rangel estréia no domingo um programa de entrevistas e comentários políticos na emissora de TV privada Televén, um dos canais que o governo chavista costuma qualificar de "golpista".O "Alô, Presidente!", programa que o venezuelano Hugo Chávez comanda de segunda à sexta-feira pelo rádio e às quintas pela TV, vai ganhar um concorrente à altura. E o programa de estréia terá como principal atração uma entrevista com o próprio Chávez.Mas Rangel - que antes de ingressar no governo, em 1999, já era um conhecido apresentador de talk shows políticos - assegura que a oposição também terá voz em seu programa. Outro entrevistado da estréia será o ex-candidato presidencial Julio Borges, que em 2006 retirou sua candidatura em favor de Manuel Rosales, derrotado por Chávez em dezembro.Depois de ter exercido os cargos de vice-presidente, chanceler e ministro da Defesa da Venezuela, Rangel ficou de fora do governo depois que Chávez anunciou, em 8 de janeiro, o gabinete para os próximos seis anos de mandato.Numa entrevista coletiva, ele disse que, entre outras questões, perguntará a Chávez "o que ele deixou de dizer ao país sobre o 11 de Abril de 2002", quando um malsucedido golpe de Estado o removeu do poder por menos de 48 horas. A entrevista com Chávez será gravada antes de ir ao ar.Rangel disse que, agora que está fora do governo, atuará como jornalista, "emitindo opiniões que considerar convenientes e fazendo denúncias bem fundamentadas, se necessário".Em Washington, o subsecretário de Estado americano Thomas Shannon afirmou que "as tentativas de Chávez de comprar resultados eleitorais em vários países da região fracassaram". Shannon mencionou que o esquerdista Daniel Ortega, aliado de Chávez, só se elegeu na Nicarágua por causa das mudanças na regra eleitoral local.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.