Ex-vice-ministro quer processar Cavallo

O desabafo do ministro de Economia da Argentina, Domingo Cavallo, acusando de ?traição? vários economistas do país, pode custar caro ao titular do Palácio de Fazenda. Além de ter contribuido para a disparada do risco-país, que registrava 1.056 pontos-base às 16h47, os insultos de Cavallo poderão levá-lo à Justiça. O Ex-vice-ministro Carlos Rodríguez afirmou que está pensando em processar Domingo Cavallo por calúnia, injúria e difamação. O ministro disse, em entrevista a um jornal argentino, que os economistas do Cema - Centro de Estudos Macro-Econômicos - são "traidores da pátria". O Cema é um núcleo de economistas ligados ao ex-ministro Roque Fernandez. "Cavallo é um mau economista e o único bem que fez foi a conversibilidade, e ao chegar ao governo tratou de destruir isso. Já não há mais conversibilidade, porque temos um câmbio para petróleo, outro para os bancos e outro para bens", disse Carlos Rodríguez. O economista se diz surpreso com os ataques de Cavallo, ?que insulta a todos que não pensam como ele e por isso já não tem amigos", afirmou.A briga de Cavallo contra os economistas começou com Guillermo Calvo, economista chefe do BID, na sexta-feira, e se prolongou pelo fim de semana. Nesta segunda-feira envolvendo Pedro Pou, ex-presidente do Banco Central, e os ex-ministros de Economia Roberto Alemann e Roque Fernandez, Jorge Ávila e Paulo Guidotti.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.