Ex-vice-primeiro-ministro malaio é acusado de sodomia

Denúncias foram apresentadas por um de seus ajudantes, um jovem de 23 anos

EFE

29 de junho de 2008 | 02h42

A Polícia da Malásia investiga por sodomia o ex-vice-primeiro-ministro e líder da oposição, Anwar Ibrahim, que foi condenado pelo mesmo delito há dez anos e absolvido logo depois. A nova denúncia foi feita por um de seus secretários, informaram neste domingo fontes policiais. Anwar, que conseguiu os melhores resultados da oposição nas eleições do março, negou em comunicado as acusações, apresentadas no sábado por um ajudante seu de 23 anos. O ex-vice-primeiro-ministro disse que teme que as autoridades o detenham neste domingo, embora a Polícia tenha insistido que, por enquanto, só estão investigando os fatos. Na opinião de Anwar, alguém tenta evitar que apresente provas demonstrando que as acusações de sodomia e corrupção que o levaram a prisão em 1998 foram produto de uma conspiração, após seu confronto com o então primeiro-ministro, Mahathir Mohamad.

Mais conteúdo sobre:
Malásiasodomiaministro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.